ÓLEO DE MOTOR 5W30 OU 5W40. QUAL ESCOLHER?

O mercado actual de lubrificantes oferece uma vasta gama de produtos para automóveis de todos os tipos de marcas e modelos. No entanto, com uma tal variedade os proprietários de automóveis são confrontados com um problema de escolha difícil, tentando concentrar-se não só na qualidade dos óleos de motor, mas também na sua viscosidade, sazonalidade, compatibilidade, e fabricante. Assim, de acordo com as estatísticas, os óleos para automóveis mais populares, independentemente da marca, são fluidos rotulados de 5w-30 e 5w-40. Mas apesar da popularidade destes produtos nos círculos automóveis, poucos condutores sabem como estes fluidos diferem uns dos outros. Hoje vamos descobrir qual é a diferença entre 5w30 e 5w40, e qual é o melhor a escolher.

Qual é a diferença entre 5w30 e 5w40 óleos de motor?

O principal critério pelo qual se pode distinguir estes dois tipos de lubrificantes é a viscosidade do óleo (SAE). É a viscosidade que é um dos principais indicadores das características de desempenho do óleo de motor. De acordo com a classificação SAE, o primeiro dígito da marcação (5w30, 5w40) é um indicador da viscosidade do óleo na estação fria, e o segundo (5w30, 5w40) – na estação quente. *A letra “W” é uma abreviatura para a palavra Inverno.

Como podemos ver, os indicadores para o período frio em ambos os óleos são idênticos, indicando que ambos os fluidos proporcionarão um arranque fácil da unidade a temperaturas até -30°С. Mas o desempenho no Verão é diferente – a gama de temperaturas de 5w-40 é mais ampla (até +35°C) do que a de 5w-30 (+30°C).

Se aquecer ambos os fluidos até 100°C, a viscosidade de 5w-30 estará na gama de 9,3 – 12,5 mm sq./sec. e 5W40 – 12,5 – 16,3 mm sq./sec. Assim, pode-se ver claramente que a principal diferença entre 5w30 e 5w40 é a sua viscosidade (comparada com 5w-30, durante o calor 5W-40 terá uma estrutura mais espessa). Deve também prestar atenção ao facto de que o óleo com índice 30 permanecerá mais fluido a baixas temperaturas, mantendo ao mesmo tempo a sua viscosidade original. Por sua vez, 5W-40 tornar-se-á mais espesso no Inverno, o que muitas vezes torna mais difícil o arranque de um motor de combustão interna (especialmente em motores diesel).

Quanto à composição química. Ambos os óleos têm uma composição totalmente sintética com a única diferença: 5w-30 tem um grau de purificação mais elevado, o que é especialmente importante para motores diesel com filtros de partículas. Graças a isto, os elementos de cinzas (fuligem, monóxido de carbono, cinzas) depositam-se menos no filtro, prolongando a sua vida útil.

Se a idade do seu veículo não exceder 7-10 anos e a quilometragem for de 75000-85000 km, os especialistas dos Centros de Serviço Técnico recomendam a utilização de óleo de motor 5w-30. Na quilometragem superior a 100000, é desejável mudar para um fluido mais viscoso (ou seja, se inicialmente no óleo do automóvel de pequena viscosidade, então com o tempo deve ser mudado para 5w40). Compatibilidade de 5w30 e 5w40 Muitos proprietários de automóveis questionam-se há muito tempo se é ou não possível misturar 5w30 e 5w40. Se por qualquer motivo imprevisto for necessário reabastecer o óleo, e não tiver à mão o produto de que necessita de acordo com as instruções, no caso extremo pode misturar óleo 5w30 e 5w40, mas apenas se ambos os lubrificantes forem produzidos pela mesma marca. Isto minimiza o risco de aumentar a temperatura de trabalho do motor de combustão interna e também provoca um desgaste prematuro das peças da unidade (cilindros do motor, anéis de pistão).

Se a situação for urgente, é aceitável misturar 5w30 e 5w40, produzidos por fabricantes diferentes, mas apenas se tiverem uma base idêntica. No entanto, é ainda melhor não permitir a mistura de dois líquidos com viscosidades diferentes. Há uma série de razões para isso. Se pelo manual do fabricante o motor tiver de ser enchido com 5w30, e se, em vez disso, for utilizado 5w40, isso levará ao desgaste prematuro do motor, ao aumento da carga na bomba de óleo, bem como ao aumento do atrito entre as peças devido à formação de uma película de densidade diferente sobre as mesmas. Em contrapartida. A utilização de uma massa lubrificante mais fluida 5w30 em vez de 5w40 resultará numa maior carga do motor, uma vez que uma película demasiado fina não pode proporcionar uma protecção fiável das peças de desgaste.

Que óleo é melhor – 5w30 ou 5w40?

Em resumo, podemos dizer que a principal tarefa da lubrificação do motor é formar uma película para proteger as superfícies de fricção. Cada um dos óleos hoje discutidos lida bem com a sua tarefa, e só o fabricante sabe qual é o melhor para o motor de cada veículo específico. É o fabricante de automóveis que selecciona um determinado tipo de fluido, tendo em conta as características de concepção da unidade de potência

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

7 − 2 =